Festival de Inverno de Paranapiacaba conta com shows grátis do Wallace Oliveira

Shows grátis do Wallace Oliveira Trio leva a guitarra portuguesa a espaços da Grande São Paulo

Após turnês de sucesso em Portugal, o Wallace Oliveira Trio leva a versatilidade da guitarra portuguesa, instrumento tradicional do fado, para espaços da cidade de São Paulo, em quatroshows grátis, e ao 19º Festival de Inverno de Paranapiacaba (FIP).

Formado por Wallace Oliveira na guitarra portuguesa, Sérgio Borges no violão de sete cordas e Adriano Busko na percussão, o trio toca na Casa de Cultura Ipiranga, no dia 21 de julho (domingo, às 16h), Centro Cultural São Paulo, no dia 16 de agosto (sexta, às 19h), Centro Cultural da Penha, no dia 21 de agosto (quarta, às 20h) e CEU Butantã, no dia 23 de agosto (sexta, às 20h).

A apresentação no Festival de Inverno de Paranapiacaba, município de Santo André,ocorre no dia 28 de julho (domingo, às 15h), no Palco Mercado, e ainda acompanham a fadista luso-brasileira Ciça Marinho no Palco Rua Direita, às 18h.

O espetáculo dá continuidade ao lançamento do álbum de estreia, Nova (2017). O programa do show inclui releituras que vão de Pixinguinha e Hermeto Pascoal a Fontes Rocha e Freddie Mercury, combinando virtuosamente choro, baião, frevo, guitarradas portuguesas e world music em uma narrativa musical que une o tradicional ao contemporâneo.

Após cada show na capital paulista, acontece um workshop com o público (exceto no dia 21/8, quando o mesmo acontece antes do show, às 15h). Os músicos e a produção abordam a trajetória do grupo, o lançamento do álbum e as turnês pelo exterior. Falam também sobre as peculiaridades da guitarra portuguesa e sua história, além de temas relacionados à produção musical e carreira artística. Estes quatro shows foram viabilizados pelo Edital de Apoio à Criação Artística – Linguagem Música, da Secretaria Municipal de Cultura.

Entre as composições do álbum, o trio interpreta “Chamateia / Asa Branca” (Luis A. Bettencourt e Antonio M. e Souza / Luiz Gonzaga e H. Teixeira), “Se Ela Perguntar / Fado Lopes” (Dilermando Reis / Mário José Lopes), “Carioquinha” (Waldir Azevedo), “Bachianinha nº 1” (Paulinho Nogueira), “Tico-tico no Fubá” (Zequinha de Abreu), “Love of My Life” (Freedie Mercury), “Variação em Ré Menor” (Fontes Rocha) e “Brasileirinho” (Waldir Azevedo). Completam o repertório, “Variação sobre o fado Pechincha” (Carlos da Maia), “Xote das Meninas” (Luiz Gonzaga e Zé Dantas), “São Jorge” (Hermeto Pascoal), “La Partida” (Carlos Bonnet), “Variações em Lá” (Armando Freire), “Bate Coxa” (Marco Pereira), “Hallelujah” (Leonard Cohen) e “Um a Zero” (Pixinguinha), entre outras.

O Trio – O Wallace Oliveira Trio foi criado, em 2017, com a proposta de explorar a sonoridade da guitarra portuguesa em novas abordagens musicais, para além do fado. Somando três turnês por Portugal com a participação de artistas daquele país e sendo homenageados pelo Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo, os músicos apostam na diversidade de gêneros musicais, criando uma sonoridade que rompe fronteiras. Com pré-lançamento na Casa de Portugal de São Paulo, o álbumNova foi lançado durante as viagens por Portugal, entre 2017 e 2018, passando pelas cidades de Castelo Branco, Belmonte, Nazaré, Chamusca, Idanha-a-Nova. Entre os artistas que participaram das apresentações estão a fadista Mara Pedro, Valéria Carvalho, Luiz Capão, Manuel João Ferreira, Joana Mello e os guitarristas Ricardo Gordo e Rui Poço. Em 2018, o trio participou da sérieInstrumental Sesc Brasil, projeto que divulga a música instrumental brasileira há mais de 20 anos, com show gravado para a SESC TV e transmitido ao vivo pela Internet.

Wallace Oliveira – Natural de São Paulo, iniciou os estudos com o tio, o violonista e produtor musical Sérgio Borges. Formou-se em violão clássico e popular, depois assumiu a guitarra elétrica e tocou em bandas de rock por 10 anos. Inicialmente, ingressou no Grupo Folclórico da Casa de Portugal de SP que acompanhou durante um mês em Portugal. Apaixonou-se pela guitarra portuguesa, em 2014, e, desde então, tem acompanhado fadistas portugueses como Cuca Roseta, Jorge Fernando e Fábia Rebordão, e brasileiros como Ciça Marinho, Larissa Lima, Adélia Pedrosa, Maria de Lourdes, Glória de Lourdes e Tiago Filipe. Gravou o tema “Senhorinha”, interpretado por Aline Muniz, que foi trilha da novela Escrava Mãe (Rede Record). Também realizou gravações para Zeca Baleiro e fadistas de Portugal e da França. Acompanhou o cantor Edson Cordeiro em turnê pelo Brasil. Criou o Wallace Oliveira Trio, em 2017, que lançou, em 218, o álbum NovaSérgio Borges – Violonista, cavaquinhista, compositor e arranjador. Com mais de 30 anos de carreira, já acompanhou Fafá de Belém, Roberta Miranda, Hebe Carmargo e os portugueses Mário Rocha, Dulce Pontes, Gloria de Lourdes, Terezinha Alves, Dam Felix e Sebastião Manuel. Integrou o Trio Manuel Marques (por 15 anos), o grupo Trovadores Urbanos e o Grupo Folclórico Minhoto. Em Moscou, ele e o guitarrista Ricardo Araújo foram os primeiros brasileiros a se apresentar no teatro Os Trabalhadores de Arte com 80 anos de existência, em 2010. Tocou na turnê brasileira do cantor Edson Cordeiro e na turnê portuguesa do Wallace Oliveira Trio para lançamento do CD Nova. É produtor musical e acompanha a cantora e compositora luso-brasileira Ciça Marinho. Adriano Busko – Percussionista, baterista e professor com mais de 40 anos de carreira. Tocou em shows, programas de TV e discos com artistas e grupos, entre eles Jards Macalé, Luiz Gonzaga, Ivan Lins, Paulinho da Viola, Alcione, Dominguinhos, Jorge Ben Jor, Oswaldinho do Acordeón, Virginia Rosa, Paulo Vanzolini, Mônica Salmaso, Ná Ozzetti, Ana Cañas, Marina de La Riva, Palavra Cantada e muitos outros. Em trilhas sonoras: minisséries Grande Sertão Veredas (TV Globo), Menino da Porteira (direção Jeremias Moreira, música: Nelson Ayres e Mário Campanha), No Rio das Amazonas (dir. Ricardo Dias, música: Mário Manga) e outros. No exterior, apresentou-se em grandes palcos como Olympia de Paris e Festival Folk de Ris-Orangis (França), Festival Folk Palèo (Nyon, Suíça), Sphinks Festival (Bélgica), Womad Festival (Inglaterra), North Sea Festival (Holanda) e House of Blues (New Orleans, USA). Integrando o Wallace Oliveira Trio, em 2017, participou do lançamento do CD Nova, em Portugal, e do Instrumental Sesc Brasil, em 2018.

Serviço

 Show: Wallace Oliveira Trio – NOVA

Ingressos: Grátis – retirada 1h antes.

Duração: 60 min. Classificação: Livre.

Redes sociais: YouTube / Facebook – evento e perfil / Insta: @wallaceoliveiragp

Ouça o álbum Nova / wallaceoliveira.com.br

Casa de Cultura Ipiranga

21 de julho. Domingo, às 16h

Rua Abagiba, 20 – Moinho Velho. Tel: (11) 2969-7066

19º Festival de Inverno de Paranapiacaba – FIP

28 de julho. Domingo, às 15h – Palco Mercado.

Vila de Paranapiacaba – Santo André/SP. Tel: (11) 4433-0711

http://www3.santoandre.sp.gov.br/fip/

 

CCSP – Centro Cultural São Paulo

16 de agosto. Sexta, às 19h

Rua Vergueiro, 1000. Paraíso. Tel: (11) 3397-4002

Centro Cultural da Penha

21 de agosto. Quarta, às 20h

Largo do Rosário, 20 – Penha. Tel: (11) 2295-0401

CEU Butantã

23 de agosto. Sexta, às 20h

Av. Eng. Heitor Antônio Eiras Garcia, 1.870 – Jd. Esmeralda. Tel: (11) 3732-4550

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *