Opção de Jornada flexível aumenta nas empresas

Modalidade traz benefícios para os dois lados, mas também traz novos desafios. Tecnologia para RH é grande propulsor dessa tendência.

Cada vez mais a relação entre colaborador e empresa está mudando. Seja por necessidade de mercado, pela realidade das grandes cidades ou mesmo por tendência das novas gerações. Um ponto alto dessa transformação do mercado de trabalho é, sem dúvida, a jornada flexível. Isso é, empresa e empregados combinam horários diferenciados de trabalho, banco de horas, expediente home-office, de acordo com a necessidade e possibilidade de cada função. Acontece que a tecnologia virou um grande aliado das empresas para viabilizar cada vez mais essa opção de gestão e as pesquisas mostram que a geração chamada Millennials já considera a flexibilidade essencial para ser mais feliz no trabalho.

E as empresas estão entendendo o recado, buscado se atualizar. É o que comprova o levantamento feito pela startup de tecnologia para Recursos humanos, a Pontomais, que é líder de mercado em registro de ponto e controle de jornada digital. Em apenas um ano o número de clientes optantes por este estilo de jornada praticamente triplicou. Observou-se um aumento de 11% para 30%, numa base hoje de quase 150 mil colaboradores inscritos na plataforma de 8 mil empresas de todo o país. O número de optantes por intervalo flexível amentou de 6% para 13%.

“A busca por qualidade de vida no ambiente de trabalho aumentou e virou realidade nas empresas. Hoje as pessoas buscam fugir do caos do trânsito, possuem as demandas do dia a dia, escola dos filhos. E as empresas começa a sentir necessidade de negociar com seus colaboradores a flexibilidade na carga horário de trabalho. Quando a empresa aceita essa adaptação, mostra empatia. Com isso, os dois lados ganham: o colaborador aumenta a qualidade de vida e a empresa recebe um funcionário mais motivado, menos estressado e mais feliz”, explica a head de Recursos Humanos da Pontomais, Silvana Fernandes.

Empatia e espírito de equipe: equilíbrio retém talentos

Um estudo feito pela PwC* mostra que 95% dos Millennials – nascidos entre 1980 e 1995 – buscam equilíbrio entre trabalho e suas vidas pessoais. Se considerarmos essa geração que hoje está entre os 24 e 39 anos, são os que estão no auge de sua idade produtiva. Então, estamos também falando em reter talentos em uma era que está tão difícil conquistar bons colaboradores.

“Quando a empresa se abre para negociação, o colaborador entende que não só a empresa pode contar com ele, mas ele também pode contar com a empresa, isso é empatia. A falta de flexibilização vai gerando insatisfação. Principalmente se o funcionário tem que fazer hora extra de vez em quando, abrir mão do horário de almoço para uma entrega urgente e na hora dele, ele não tem esse entendimento”, explica a especialista.

Agora, há também empresas em que a flexibilização acaba sendo um pouco mais delicado, devido ao horário determinado que as entregas de resultados devem ser feitas. “Eu mesma já autuei em empresas mais tradicionais, como call center. Nesses casos acabamos indo para a alternativa de home-office. Mas vejo aqui a necessidade do RH ir pra operação e entender como solucionar essa demanda. Às vezes trocar o turno da pessoa já ajuda. Muitas vezes o funcionário não busca o RH, pois não imagina que possa ter essa flexibilização. Então cabe o RH assumir o papel de gestor de pessoas e trazer a solução, não esperar”, finaliza Silvana.

Resultados: tecnologia ajuda no desafio de controle de resultados

Apesar de todos os benefícios e entender que hoje a relação empresa-funcionário está baseada em resultados e não mais em horários, vem a necessidade de controlar a produtividade. É aí que a tecnologia entra e está cada vez mais avançada para automatização desses processos e controle de jornada.

“Observamos hoje uma busca intensa do mercado por soluções inteligentes para departamentos de RH. Além disso essas soluções possibilitam uma atuação mais analítica ao departamento, que com a tecnologia da Pontomais, por exemplo, possui toda a gestão de jornada do colaborador de forma controlada, prática que minimiza erros”, conta Gabriel Colombo, head de Marketing da Pontomais.

Com a automação dos processos as empresas não apenas ganham na produtividade e confiabilidade, mas também na economia de tempo e dinheiro. A tecnologia também dá a opção de declarações referentes a jornadas incompletas, facilitando a relação funcionário e empresa. Todo o processo pode ser feito por um aplicativo no celular e os relatórios são gerados automaticamente, deixando todo o processo facilitado para empresa e colaborador.

 * https://www.pwc.pt/pt/human-capital/imagens/2012/pwc_millennials_work.pdf

SOBRE A PONTOMAIS: A Pontomais traz as melhores soluções em tecnologia para o setor de RH e em apenas três anos é líder de mercado. Só no último ano a empresa cresceu 5 vezes. Hoje atendemos cerca de 150 mil usuários de mais de 7,5 mil empresas do Brasil e da América Latina. Conheça a Pontomais no site https://pontomais.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *