Circo gratuito para população, estreia em Mauá, no dia 10 de janeiro. The Black Circus.

Circo gratuito para população, estreia em Mauá, no dia 10 de janeiro. The Black Circus.

Instalado no Paço Municipal de Mauá, atrás do prédio da Prefeitura, mais especificamente no estacionamento. Na Avenida João Ramalho, 205, o The Black Circus, estreia na próxima sexta-feira e oferecerá entrada gratuita aos espetáculos. Para participar é importante chegar com cerca de 40 minutos de antecedência para garantir o ingresso. Não é obrigatório que haja consumo de nenhum item ou alimento para ter acesso ao circo. Os espetáculos seguirão semanalmente às segundas, quintas e sextas-feiras às 20h30 e aos sábados e domingos às 16h, 18h e 20h30.

Lucas D’Amico é o idealizador do The Black Circus. Ele, que é a primeira geração de sua família a fazer circo, contou que desde criança é apaixonado pela arte circense, mas que quando era pequeno não tinha a oportunidade de participar dos eventos. Logo, ao se tornar adulto, decidiu tirar o projeto do papel, que era de criar um circo que pudesse levar a arte circense de maneira gratuita para a população.

“Hoje, adulto, eu faço circo de graça para que todas as pessoas, todas as crianças, tenham acesso ao circo, à magia circense, independente do dinheiro que essas famílias têm. Muitas pessoas não têm condições de pagar a entrada de um circo e, é por isso, que eu faço o meu circo gratuito. Minha família me ajudou bastante, tenho dois irmãos e uma irmã, eles abraçaram esse projeto comigo e seguem comigo e a gente segue com essa união familiar”.

The Black Circus está na estrada há cerca de quatro anos, mas o projeto começou bem antes, quando as ideias começaram a brotar. Hoje, o circo passa por diversas cidades do Brasil e com artistas não só do país, mas também do exterior. “Hoje, temos em média 30 artistas, de vários locais, têm brasileiros da Bahia, de São Paulo, Minas Gerais, tem argentino, uruguaio, tem paraguaio, tem carioca… E selecionamos diversos artistas para termos um espetáculo de gala como temos hoje”.

O nome The Black Circus

O projeto de Lucas e de sua família é maior do que se pode imaginar. O sonho de Lucas é montar um circo na África. “O nosso maior sonho hoje é montar um circo desse na África, em Moçambique, e The Black Circus eu acho que é um nome que, na minha opinião, representa bem esse sonho. Meu maior sonho é continuar com essa unidade brasileira, que roda o país gratuitamente, e montar um circo fora do país”.

The Black Circus
Av. João Ramalho, 205, Vila Noêmia, Mauá.
Informações: 11 4512-7480

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *