Balada clandestina em Santo André é interrompida e multada por excesso de ruído

Cerca de 60 jovens estavam aglomerados em um estabelecimento que fica na Vila Linda e não possui nenhuma ventilação

Santo André, 3 de julho de 2021 – Uma balada clandestina, realizada em um local que oferece alto risco de contágio pelo coronavírus, foi interrompida e multada durante a madrugada deste sábado (8) na rua Carijós, na Vila Linda, em Santo André. Cerca de 60 jovens estavam aglomerados no estabelecimento, que não possui janelas e, consequentemente, não oferece nenhuma ventilação.

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) foi ao local devido à denúncia de perturbação de sossego por excesso de ruído. O responsável pela atividade ilegal recebeu multa de 500 FMPs (Fator Monetário Padrão), ou seja, R$ 2.146,25.

A Prefeitura, por meio do Departamento de Controle Urbano, deve adotar outras medidas cabíveis, como a possibilidade de o local ser interditado.

Histórico de infrações – O estabelecimento comercial possui histórico de infrações antes mesmo de funcionar na rua Carijós, na Vila Linda. O local ficava na rua Morro Grande (Jardim Guarará) e já havia sido multado e interditado.

No novo endereço, o Semasa também chegou a aplicar multas e houve um episódio de interdição por parte da Prefeitura.

Outras operações – Durante a noite de sexta-feira e a madrugada deste sábado, o Semasa realizou outras operações na cidade com o objetivo de garantir a lei do silêncio.

Na rua Minotauro, no Jardim do Estádio, um estabelecimento recebeu multa de 500 FMPs (R$ 2.146,25) devido ao excesso de ruído proveniente de um show de pagode ao vivo, com cerca de 50 pessoas – após a autuação, o evento foi encerrado. Outro comércio, na rua Jacarandá Branco, na Vila Sacadura Cabral, ganhou advertência ambiental.

O Semasa fiscaliza a emissão de ruídos provenientes de estabelecimentos comerciais e de serviços (fontes fixas), como escolas de samba, lojas, igrejas, bares, lanchonetes, etc. O munícipe pode fazer denúncias de som alto, no momento em que ocorre o problema, pelo site (com abertura de ordem de serviço, na área de ‘Outros serviços ao usuário’) ou pela Central de Atendimento do Semasa (0800 4848 115 ou 4433-9300, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *