Confraria da Dança apresenta o espetáculo “Mirabolante” no Sesc Santo André

A montagem, que passeia pelo mistério dos mascarados e das brincadeiras de assustar, recria o clima de nostalgia das matinês carnavalescas e  pulsa na dança rebuscada dos passistas

Domingo, 13 de fevereiro, ao meio-dia, a criançada tem mais um encontro marcado com a Confraria da Dança, no teatro do Sesc Santo André. Desta vez, o espetáculo é Mirabolante. A companhia, que fez os pequenos e suas famílias entrarem na dança nos domingos de janeiro, abre agora seu baú de recordações, cheio de “mirabolâncias”, e convida todo mundo para mais uma sessão recheada de brincadeiras ao som de frevos e marchinhas de carnaval.
MIRABOLANTE 
Misture dois bailarinos e um bom bocado de música e fantasia. O resultado é uma mirabolante brincadeira de Carnaval. O espetáculo passeia pelo mistério dos mascarados e as brincadeiras de assustar, recria o clima de nostalgia das matinês, pulsa na dança rebuscada dos passistas. Os bailarinos tocam, cantam e dançam embalados por frevos, marchas, marchinhas e jogos de palavras. Eles brincam pra valer, disputam no bate-bola, dão vida a esqueletinhos e bonecões, criam até uma tourada maluca. Nesta brincadeira tudo é permitido, quanto mais extravagante e imaginoso melhor para alegrar o Carnaval Mirabolante.
Ficha Técnica 
direção artística: João das Neves
criação e interpretação: Diane Ichimaru e Marcelo Rodrigues
texto e letras das músicas: Diane Ichimaru
trilha musical original: Rafael dos Santos
gravação e edição da trilha musical: Alexandre Maiorino assistência musical e preparação vocal: Coré Valente
confecção de instrumentos: Toshiro
plano de iluminação: Marcelo Rodrigues
operação de luz e som: Coré Valente
cenografia e figurinos, confecção de máscaras e objetos cênicos: Diane Ichimaru
design gráfico: Lucas Ichimaru
ilustrações: Diane e Lucas Ichimaru
coordenação de produção: Marcelo Rodrigues
produção: Confraria da Dança
CONFRARIA DA DANÇA 
Fundada em 1996, na cidade de Campinas/SP, por Diane Ichimaru e Marcelo Rodrigues, seus projetos direcionados à pesquisa de linguagem, criação e manutenção de espetáculos autorais acumulam premiações da FUNARTE/Ministério da Cultura, Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, Cultura Inglesa, APCA – Associação Paulista dos Críticos de Arte, SESI SP, entre outros. A dupla promove parcerias com artistas das áreas da dança, teatro, música e artes plásticas, atividades diversificadas de formação e fruição artística que atingem público infantil, adultos e terceira idade, estudantes de arte em processo de formação e artistas profissionais em busca de aperfeiçoamento. Atualmente mantém em repertório os espetáculos para crianças “Mirabolante”“Sem Fim” e “Brinquedos e Inventos para Dançar”, além dos solos para público adulto, “Adverso” e “Carta para não mandar ou cantiga interrompida”.
Diane Ichimaru – Prêmio APCA / 2009 na categoria melhor criadora-intérprete em dança, é fundadora da Confraria da Dança, onde desenvolve espetáculos autorais. Graduada em dança pela UNICAMP. Nas artes plásticas, possui experiência profissional em desenho, ilustração e criação publicitária. Desenvolve também projetos de cenografia e figurino.
Marcelo Rodrigues – Fundador da Confraria da Dança, onde atualmente desenvolve espetáculos autorais. Bailarino, iluminador e produtor artístico. Em sua formação influíram nomes como Klauss Vianna, Laura Gimenes, Sônia Motta, além dos mestres de folias e catiras do interior do estado.
Rafael dos Santos – Pianista, arranjador, compositor, maestro e professor. Doutor pela Universidade deIowa /EUA, é professor no Departamento de Música da UNICAMP. Exerce paralelamente intensa atividade como compositor, recitalista, concertista e músico popular. Colaborador constante da Confraria da Dança, já compôs para cinco espetáculos do repertório do grupo.
João das Neves – direção artística
Dramaturgo, diretor, ator e escritor, recebeu prêmios como o Molière, Bienal Internacional de São Paulo, APCA, Golfinho de Ouro e Quadrienal de Praga, manteve-se em atividade teatral de forma permanente e inovadora desde os tempos dos Centros Populares de Cultura e do Teatro Opinião, do qual foi um dos fundadores ao lado de Ferreira Gullar, Vianinha e outros nomes fundamentais do teatro brasileiro, até sua morte recente, em 2018.
Nos últimos tempos, realizou várias encenações: “A Santinha e os Congadeiros”“Besouro, Cordão de Ouro” e “Galanga Chico Rei”, ambos também com temática afro-brasileira, numa parceria de sucesso com Paulo César Pinheiro autor dos textos e músicas; “Zumbi”, de Boal e Guarniere com música de Edu Lobo; “A Farsa da Boa Preguiça”, texto de Ariano Suassuna e “Aos Nossos Filhos”, de Laura Castro e, mais recentemente, dirigiu “Mirabolante”, da Confraria da Dança.
Em seu último aniversário, comemorando 84 anos em janeiro de 2018, lançou o livro de poemas “Diálogos com Emily Dickinson” com ilustrações de Diane Ichimaru. Deixa por fazer o projeto de encenação de seu texto inédito “YURAIÁ – o rio do nosso corpo”, nascido de sua convivência com os índios Kaxinawá do Rio Jordão/Acre.
Protocolos – Para adentrar as unidades do Sesc no estado de São Paulo é necessário apresentar comprovação das duas doses da vacina, ou dose única, contra a Covid-19 junto com um documento com foto. O público pode apresentar o comprovante de vacinação físico, recebido no ato da vacinação, ou o comprovante digital, disponibilizado pelas plataformas VaciVida e ConectSUS ou pelo aplicativo e-saúdeSP. Mais informações em: www.sescsp.org.br/voltagradual. O uso de máscaras cobrindo nariz e boca é obrigatório durante o tempo de permanência nos espaços.
Teatros – Os teatros do Sesc operam, neste momento, com capacidade reduzida de público. Com distanciamento seguro entre fileiras e cadeiras e uso obrigatório de máscaras cobrindo nariz e boca durante todo tempo de permanência, a unidade segue rigorosamente os protocolos para contenção do coronavírus. Os shows, peças teatrais, espetáculos de dança e circo tem ingressos marcados, que podem ser adquiridos online, pelo Portal Sesc SP, ou presencialmente nas bilheterias das unidades que integram a Rede Sesc SP.

SERVIÇO

TEATRO PARA CRIANÇAS – SESC SANTO ANDRÉ   
Mirabolante 
Com Confraria da Dança 
Dia: 13 de fevereiro, domingo, às 12h
Livre  
Duração: 50 minutos
Venda de ingressos  
Online: a partir das 14h de 8/02 pelo Portal Sesc SP.
Presencial:  a partir das 17h de 9/02, nas bilheterias da Rede Sesc SP.
A entrada nas unidades para compra de ingressos segue os protocolos de segurança contra Covid-19.
Valores   
R$ 24,00 (inteira) para o público geral e R$ 12,00 (meia-entrada) para público com Credencial Plena válida e categorias elegíveis ao desconto de 50%, de acordo com a legislação vigente.
Importante: Nos espetáculos infantis, crianças até 12 anos tem ingressos gratuitos, desde que a aquisição esteja atrelada à compra de categoria pagante.
Sesc Santo André – Rua Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar – Santo André
Informações: (11) 4469-1200

Mirabolante – Foto: Luciana Crepaldi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.