Enfermagem da FMABC vacina trabalhadores da saúde contra o vírus Influenza

Campanha contra a gripe imunizou nesta semana 741 profissionais do Centro Universitário FMABC, Fundação do ABC e Central de Convênios

O curso de Enfermagem do Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) realizou nesta semana a tradicional campanha de vacinação contra a gripe para os trabalhadores da saúde que atuam no complexo de saúde do campus universitário. A exemplo dos anos anteriores, a imunização contra o vírus Influenza abrangeu todos os colaboradores que atuam no espaço, como os assistenciais, administrativos, de apoio, pesquisadores, prestadores de serviços, entre outros, totalizando 741 doses aplicadas nos dias 5 e 6 de maio.

A ação contou com participação de 10 docentes de Enfermagem e 25 alunos do 2° e do 4° ano de graduação. Os trabalhadores vacinados atuam na própria FMABC e nas sedes administrativas da Fundação do ABC e da Central de Convênios, que estão inseridas e compartilham os espaços no complexo de saúde do campus universitário.

“O curso de Enfermagem tem se consolidado como referência na FMABC para a imunização de nossa comunidade nas campanhas de vacinação, principalmente pela parceria com a Secretaria de Vigilância Epidemiológica do município de Santo André e o Centro de Saúde-Escola de Capuava. Deste modo, esta ação de parceria beneficia as pessoas imunizadas no cuidado com a saúde, prevenindo contra a doença respiratória pelo vírus Influenza. Sobretudo, também oferece uma excelente experiência de proatividade aos alunos”, considera a coordenadora do curso de Enfermagem do Centro Universitário FMABC, Dra. Rosangela Filipini.

PREVENÇÃO

A campanha de vacinação contra a gripe no Estado de São Paulo teve início em 12 de abril, dividida em três etapas. A primeira fase da imunização é destinado aos trabalhadores da saúde, indígenas, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto) e crianças com idade a partir de 6 meses até cinco anos completos. Em 11 de maio começa a segunda fase, para os idosos (pessoas com 60 anos ou mais) e os professores das redes pública e privada. No dia 9 de junho, a terceira etapa atingirá pessoas com comorbidades, deficiência, caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo, profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.

Neste ano, o Instituto Butantan disponibiliza ao Brasil 80 milhões de doses para a para a campanha nacional, com produção integral do imunizante e sem necessidade de importação de matéria-prima. A vacina deste ano é constituída por três cepas de Influenza: A/Victoria/2570/2018 (H1N1)pdm09; A/Hong Kong/2671/2019 (H3N2); e B/Washington/02/2019 (linhagem B/Victoria).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *