Profissionais da FMABC participam de Workshop sobre Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade

Gratuito, on-line e com entrega de certificado, evento reunirá especialistas em 13 de julho, Dia Mundial da Conscientização do TDAH 

Profissionais do Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) estarão entre os convidados do “1º Workshop do TDAH – Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade”. O evento ocorrerá em 13 de julho (terça-feira), das 18h às 22h30, com as atividades 100% on-line em função da pandemia de Covid-19 e presenças confirmadas de diversos especialistas de renome na área. As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas pelo site https://ferrazeventos.com.br.

A data do workshop foi escolhida justamente por marcar o Dia Mundial da Conscientização do TDAH. O objetivo é desmistificar, capacitar e esclarecer questões essenciais sobre o tema, tendo como público-alvo mães, pais, professores, profissionais da área e portadores de TDAH.

O Núcleo Especializado em Aprendizagem da FMABC (NEA) estará representado por sua coordenadora, Alessandra Bernardes Caturani Wajnsztejn, que abordará o tema “Fatores de risco, prognóstico e funcionalidade no TDAH”. O professor de Neuropediatria da FMABC e membro do NEA, Rubens Wajnsztejn, também está confirmado e apresentará aula sobre “TDAH: a linha do tempo, desenvolvimento e prognóstico”.

Ao longo do encontro, também estão programadas palestras sobre “TDAH: família e escola, sua atitude pode mudar tudo”, “Descomplicado o TDAH”, “Recursos para identificação e avaliação”, “Diagnóstico de TDAH na vida adulta: obstáculos e possibilidades”, “TDAH, tiques e toc” e “Pesquisas em diagnóstico diferencial/comorbidade na abordagem medicamentosa na infância e adolescência”.

O 1º Workshop do TDAH é realizado pela Clínica ABCW Multidisciplinar, Avaliação Interdisciplinar, Projeto Dislexia TDAH Amor de Mãe, Ferraz Eventos e Clínica RW.

TDAH

Frequente desatenção, dificuldades na escola e no relacionamento com colegas, pais e professores são características comuns na infância e adolescência. Mas, quando acontecem de maneira excessiva, podem ser sintomas do TDAH – desordem neurobiológica de causas genéticas que geralmente aparece na infância e pode acompanhar o indivíduo por toda a vida. Os principais sintomas do transtorno são a falta de atenção, extrema dificuldade de concentração, hiperatividade e impulsividade.

Quem possui o TDAH tem muita dificuldade em prestar atenção e se concentrar nas atividades escolares, leituras, lição de casa e trabalhos. Um dos sintomas comuns é o fato da criança ou jovem não conseguir ficar parado no lugar, demonstrando claramente o incômodo e desconforto de ter que permanecer em determinada posição, podendo balançar muito as pernas e falar de forma ininterrupta.

O tratamento deve ser multimodal e pode ser baseado na psicoeducação, psicoterapia e medicação com psicoestimulantes. A psicoeducação é essencialmente informar as pessoas que convivem com o paciente, para que possam entender o que é o distúrbio. Já a terapia cognitivo-comportamental é um sistema de psicoterapia que envolve conjunto de técnicas e estratégias terapêuticas com a finalidade de mudança de padrões de comportamento e, consequentemente, de hábitos. Há também o tratamento medicamentoso, que pode ajudar a aumentar a atenção e diminuir a impulsividade e a hiperatividade em pacientes com o transtorno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.