Workshop gratuito de percussão orquestral acontece neste domingo na Estação Cultura, em São Caetano

Neste domingo, 30/5, a Estação Cultura de São Caetano do Sul irá receber o workshop “Repercutindo a percussão”, com Fernando Martins. A programação é formada por cinco encontros, de hora em hora – das 9h às 9h50: Tímpanos; 10h às 10h50: Peles; 11h às 11h50: Teclados 1; 12h às 12h50: Teclados 2 e das 13h às 13h50: Acessórios.

A Estação Cultura fica no piso superior do Terminal Rodoviário “Nicolau Delic”, à rua Serafim Constantino, s/n, no Centro de São Caetano. O workshop não requer inscrição prévia, basta comparecer ao local antes do início do encontro escolhido para participar.

“Repercutindo a percussão” é um projeto de percussão orquestral aprovado no edital da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) de premiação a atividades de cunho artístico e cultural com recursos da Lei federal de auxílio emergencial ao setor n. 14.017/2020 (Aldir Blanc).

Percussão orquestral

“O objetivo é apresentar aos alunos os principais instrumentos de percussão orquestral e suas peculiaridades, além de propor uma dinâmica para que possam tocá-los”, explica Fernando Martins, que também é professor no programa Bandas e Fanfarras de São Caetano do Sul, e timpanista da Orquestra Sinfônica de Heliópolis.

Martins comenta sobre o adiamento da realização do projeto, planejada inicialmente para os dias 6 e 7 de março: “às vésperas, entramos na Fase Emergencial (do Plano São Paulo do Governo do Estado) e resolvi segurar o workshop enquanto fosse possível. Graças à prorrogação do prazo de entrega das contrapartidas pela Secult, para o final de maio, consegui manter a apresentação presencial.”

“Repercutindo a percussão” é o primeiro projeto contemplado no Edital da Secult com recursos da Lei Aldir Blanc a ser realizado de maneira presencial. Martins frisa que “a experiência de ouvir os instrumentos de percussão orquestral in loco proporciona sensações que não são perceptíveis de maneira virtual, como a vibração de cada um deles em nosso corpo. De maneira geral, quando um instrumento é tocado, no corpo humano a vibração acontece primeiro no cérebro e então segue para os ouvidos. No caso do tímpano, por exemplo, o primeiro local a vibrar é o coração.”

Mesmo assim, diz o músico, “pretendo disponibilizar de maneira online vídeos relacionados ao projeto, como complemento a este encontro, para as pessoas que não tiverem condições de participar presencialmente terem acesso ao conteúdo.”

E conclui: “O empenho da Secretaria de Cultura para amparar o maior número possível de artistas, mantendo a cultura viva em São Caetano, está sendo incrível e a cidade está lidando muito bem com isso. Só tenho a agradecer a todos os que estão trabalhando para que haja cada vez mais atividades culturais acontecendo na cidade, tanto para os munícipes, como para os artistas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *