Quanto tempo demora um processo trabalhista?

Afinal, quanto tempo demora um processo trabalhista? Bom, a verdade é que não existe uma resposta padrão para este tipo de pergunta, tendo em vista que existem diversos fatores que podem influenciar no prazo necessário para a resolução da ação em questão. Porém, é importante ressaltar, que independente de ser rápido ou demorado, o cidadão deve buscar os seus direitos e não deixar que este fator influencie negativamente em sua decisão de acionar ou não a justiça trabalhista.

Atualmente, existe um forte empenho do Judiciário e advogados para tornar os processos trabalhistas mais céleres e ágeis possível. Citando por exemplo, a implantação do processo eletrônico, encerrando, décadas de uso de papeis infindáveis que lotavam as prateleiras dos fóruns. De agora em diante, o processo eletrônico pode ser acompanhado pelo cliente/reclamante em tempo real e online o andamento do seu processo. Cujo tema será melhor abordado em breve.

COMO FUNCIONA UMA AÇÃO TRABALHISTA

Mesmo diante de tantas leis que protegem o direito do trabalhador, ainda existem muitas empresas que visando reduzir os custos anuais, realizam práticas inadequadas, como por exemplo, não realizar o registro em Carteira de Trabalho, não indenizar corretamente os funcionários por horas extras e adicionais noturnos devidos. Além de tantos outros benefícios que prejudicam o trabalhador.

De acordo com o sócio-fundador do JES Advocacia de Santo André, Dr. José Edilson, para todos estes casos em que o trabalhador foi prejudicado, é possível reparar tais erros – através de uma reclamação trabalhista.

A duração de um processo depende de alguns fatores, que podem variar de caso a caso. Entre eles estão:

  • A complexidade da causa.
  • Local e agenda da Vara Trabalhista onde o processo tramitará.
  •  Necessidade de realização de perícias.
  • Recursos apresentados pelas partes envolvidas.
  •  Remarcações em razão de testemunhas.
  • Entre outras questões.

Assim, uma ação pode ser resolvida em poucos meses, logo na primeira audiência, como também pode demorar anos. Mesmo que demorado, a boa notícia ao reclamante é que se a decisão do juiz for favorável a ele, receberá o valor da ação com a devida correção monetária e juros de 1% ao mês. Ou seja, uma indenização que até então era pequena, pode se tornar valorosa no futuro, uma espécie de aplicação financeira.

ESTRATÉGIA JURÍDICA PODE FACILITAR

Existem algumas particularidades que variam de caso para caso e que permitem que o processo seja conduzido de forma diferenciada. A estratégia jurídica e a expertise de um advogado experiente são primordiais para que a ação trabalhista corra de uma forma justa e mais rápida.

Dependendo dos motivos que o cliente deseja reclamar, o advogado analisa a causa como um todo e orienta de forma estratégica sobre qual o melhor caminho deve ser seguido, garantindo mais chances do reclamante vencer a ação trabalhista.

A eficiência e controle do advogado na hora de negociar, também podem acelerar e muito o fim do processo e justamente por isso é importante contar com a ajuda de profissionais especializados e experientes na área trabalhista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.