Associação Madre Tereza de Calcutá pede socorro

Com a pandemia e a crise econômica, muitas instituições beneficentes foram afetadas e hoje desdobram-se para continuar atendendo à população mais vulnerável. Perda de apoio e de doadores, dificuldades financeiras e paralisação das atividades para angariar fundos são alguns dos contratempos enfrentados pela Associação Madre Tereza de Calcutá, localizada na avenida Alfredo Maluf, 252 – Vila Alto Santo André – Santo André.

De acordo com Maria Aparecida da Costa, coordenadora geral, os desafios são muitos e vão desde alimentar as crianças até conseguir manter a infraestrutura, que aos poucos vai se deteriorando. “Antes da pandemia, contávamos com parceiros que colaboravam de muitas formas, mas eles desapareceram. Hoje, nossa maior dificuldade tem sido garantir a refeição diária das crianças. Não queremos dinheiro, queremos parceiros que possam doar alimentos. Se alguém preferir doar em espécie, não recusaremos, pois nos ajudará a pagar as contas em atraso”, explica.

Para continuar em funcionamento e atender as 76 crianças na faixa etária  entre  1 ano e 8 meses e 3 anos e 10 meses, a instituição tem se desdobrado e realiza semanalmente um brechó, aberto para a comunidade, o qual também precisa de doações de roupas, sapatos, itens de cama, mesa e banho, cobertores, novos ou usados em bom estado de uso e conservação. A partir de 2022, o número de crianças atendidas subirá para 92 com a abertura do berçário para crianças a partir dos 11 meses.

Outra necessidade emergencial da instituição é a doação de um freezer, uma geladeira e um fogão industrial. “Estamos torcendo para que esses itens aguentem até a situação melhorar ou aparecer alguém que possa nos ajudar. Não precisa ser novo, pode ser usado, desde que tenha condições de uso”, explica Maria Aparecida.

Quem quiser contribuir com a Associação Madre Tereza de Calcutá, também pode participar da Campanha de Natal – Vista uma criança. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4997-3196 / 99515.1386 ou pelo e-mail: cida.crechemadretereza@gmail.com .

A entidade é filantrópica, sem fins lucrativos e foi fundada em 19 de junho de 2000 pelo padre Ascenzo Venditti. As atividades tiveram início a partir de um trabalho da Pastoral da Criança, que atendia 35 famílias em situação de vulnerabilidade na região e a sede foi doada por pessoas que abraçaram a causa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *