Escola Municipal de Bailado em São Caetano será entregue revitalizada nesta quinta, 29

Na semana em que São Caetano do Sul celebra seus 144 anos, quem ganha é o munícipe: nesta quinta-feira, 29/7, às 17h, a Escola Municipal de Bailado “Laura Thomé” será entregue totalmente revitalizada à população. As obras de reforma e outras melhorias foram realizadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Sesurb). A ação integra o calendário de festejos de aniversário do município, celebrado na quarta-feira, dia 28.

A instituição localizada à rua João Ramalho, 100, no Bairro Boa Vista, há 55 anos ininterruptos oferece aulas gratuitas de balé clássico a crianças e jovens da cidade. O equipamento é vinculado à Secretaria Municipal de Cultura (Secult).

As obras de revitalização incluem o conserto do telhado (com a troca do teto da secretaria), a manutenção dos banheiros e do vestiário do alunado, a instalação de um novo bebedouro, colocação de novas cadeiras na sala teórica, e de prateleiras na secretaria e no almoxarifado.

Também foram feitas a substituição do tablado e de todas as lâmpadas por led, revisão elétrica e hidráulica, e ainda a modernização da pintura, com a remodelação da fachada e área externa. Os sistemas acústico e de informática passaram por manutenção geral. Como parte da revitalização, o equipamento receberá também novos ventiladores.

“É com alegria e satisfação que a cidade entrega a revitalização da Escola Municipal de Bailado ‘Laura Thomé’, que há mais de cinco décadas constrói a história da dança em nossa cidade. O trabalho que a atual diretora Sandra Amaral realiza com seus alunos, além do ensino técnico, garante o exercício de cidadania formando, por meio da arte, cidadãos mais seguros de si e protagonistas de suas vidas”, declara a secretária de Cultura, Liana Crocco.

As aulas presenciais serão retomadas no dia 02/08 (segunda-feira), com 60% dos alunos.  O conteúdo remoto fica mantido para os restante dos estudantes e para o ensino teórico, em um sistema híbrido. Todas as professoras voltam a lecionar nas salas teórica (para aulas online) e de dança. As aulas presenciais terão como ferramenta uma TV de 46 polegadas para a transmissão online.

O curso tem a duração de oito anos. Os cerca de 280 alunos, dos 7 aos 17 anos, recebem aulas três vezes por semana. Sob a direção de Sandra Amaral, a escola conta com o trabalho das professoras Camila Veronesi, Cleonice Boareto, Daniela Betti, Elen Araujo, Tatiana Ciccacio e Valeria Savassa.

55 anos de história ininterrupta

Com as atividades iniciadas em 1966, em parte das dependências da antiga Concha Acústica, que ficava ao lado de onde está localizada atualmente a Câmara Municipal, a Escola tinha seis professores, assim como hoje. Dentre os quais, Cleusa Escanho, que foi a primeira diretora, por 18 anos. Depois vieram Denise Namur, Sandra Amaral (a atual diretora, à frente da Escola de Bailado por 28 anos) e Audrey Ferranti, todas grandes bailarinas.

A Escola de Bailado foi criada em dezembro de 1965, por meio do Decreto 2.603/1965, como Curso Municipal de Balé. A denominação atual foi adquirida 43 anos depois, por força de um novo Decreto: 9.706/2008. A instituição ganhou o nome atual em homenagem à professora de balé Laura Thomé Tomareveski, falecida tragicamente em 1983, em razão de um assalto ocorrido em um estabelecimento bancário da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *