Festival das Marias no Brasil começa em 18/11 com atrações presenciais em São Bernardo do Campo

A segunda edição no Brasil do Festival das Marias – Festival Internacional de Artes no Feminino acontece entre os dias 18 e 25 de novembro em formato presencial e online, a partir das cidades de São Paulo, São Bernardo do Campo e São José do Rio Preto, no estado de São Paulo (Brasil), e Beja (Portugal). Programação completa no site: festivaldasmarias.com.br.

Com toda a programação gratuita, o evento se apresenta como palco do feminino, trazendo discussões de temas pertinentes ao fazer artístico da mulher e colocando criações femininas sob os holofotes. O público vai apreciar espetáculos e intervenções que passam pela música, circo, teatro, dança, literatura, diálogos e conteúdo audiovisual informativo. O objetivo é incentivar e difundir o fazer nas artes pelo feminino, provocando reflexões sobre o impacto das desigualdades na vida das mulheres.

O festival tem início no dia 18/11, às 17h30, de modo presencial em São Bernardo do Campo (Câmara de Cultura Antonino Assumpção) com diálogo sobre Arte e Feminino (Entre Marias), seguido por apresentação poético-musical de Mariane Mattoso (19h) e show de Vanessa Moreno (20h). No mesmo dia, às 19h30, tem início a programação online, a partir de São Paulo no canal do Festival das Marias no YouTube,  com pílulas circense de Luciana Menin e show com as chilenas Francesca Ancarola e Alejandra Santa Cruz.

A programação se estende numa crescente mostra de criações femininas que termina em 25/11Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher, com show virtual de Fafá e Belém (21h), seguido por anúncio referente à edição 2022.

Entre os destaques da programação: espetáculos teatrais As Mulheres de Cabelos Prateados (direção de Ave Terrena e Georgette Fadel), Almarrotada (com Melina Marchetti) e Gabinete de Curiosidades (de Júlia Barnabé e Rocío Walls, direção Carla Candiotto); espetáculo circense Inversus (Cia Éos); show com LaBaq; lançamento do e-book Circa Festivália: ensaios e reflexões sobre artes circenses escritos por mulheres, do 11º episódio da série 12 Histórias com Funmilayo Afrobeat Orquestra e do documentário dElas (de Carolina Capelli).

No segmento de Saberes estão produções audiovisuais sobre a poesia de Florbela Espanca (com Juliana Medeiros) e sobre a mulher no hip hop (com Ana Paula do Hip Hop e Carol Cof). E nas tradicionais reflexões Entre Marias, vários encontros de profissionais mulheres da cultura e das artes com temas diferentes nos Diálogos CênicosCircenses e Musicais, bem como nos bate-papos Arte e Feminino com abordagens que discutem o diverso universo artístico feminino.

Festival das Marias, nascido em Portugal, em 2019, é um evento de cruzamento multidisciplinar de carácter internacional que se centra na perspectiva da arte no feminino em várias áreas da criação. Surge como resposta à perpetuação da desigualdade e discriminação de gênero, das oportunidades desiguais e consequente disparidade de visibilidade de trabalho, particularmente entre homens e mulheres, com especial enfoque no setor laboral artístico. A temática do feminino e da criação no feminino apresenta-se como um elemento distintivo na realização e programação do Festival, cujo propósito é reafirmar as relações entre países ibéricos e irmãos, buscando espaços para discussões comuns a todos os povos.

Este projeto é contemplado pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, por meio de editais da Secretaria de Cultura e Juventude de São Bernardo do Campo e da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

FICHA TÉCNICA / BRASIL  2021 – Direção geral: Adriana Belic. Direção artística: Antônio Revez. Consultoria: Bianchi Associados.  Curadoria Artes Cênicas: Bel Toledo e Gisele Tressi. Curadoria Artes Visuais: Beto Carrazzone. Curadoria Cinema: Pandora Filmes e Cine Petra Belas Artes. Curadoria Diálogos: Amanda Rondina, Julia Andreatta, Camila Machado. Gastronomia: Armazém Café Doceria. Apoio institucional: Metrô SP. Apoio cultural: Escola dos 7 Portões. Apoio: Câmara Municipal de Beja, Direção Geral das Artes, Governo de Portugal. Site: Agência Maria. Projeto Gráfico: Workhouse Design. Artes digitais: Bruna Lino.  Média partners / Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação e Platea Comunicação e Arte. Editais: Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. Realização: CADAC – Companhia Alentejana de Dança Contemporânea, Lendias d’Encantar, Casa da Abelha Cultural, Belic Arte.Cultura, Secretaria da Cultura e Juventude, Prefeitura de São Bernardo do Campo, Secretaria Municipal de Cultura, Prefeitura de São Paulo, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

SERVIÇO | PROGRAMAÇÃO

 Festival das Marias – Festival Internacional de Artes no Feminino

De 18 a 25 de novembro de 2021

A partir de São Bernardo do Campo, São José do Rio Preto e São Paulo (Brasil) e Beja (Portugal – gravação).

Grátis (para toda a programação). Livre.

Presencial – São Bernardo do Campo/SP: 18 e 19/11, a partir das 17h.

Câmara de Cultura Antonino Assumpção – Rua Marechal Deodoro, 1325, Centro.

Presencial – São Paulo/SP: 19, 20 e 21/11, às 19h.

Centro Cultural Vita Itororó – Rua Pedroso, 238, Bela Vista.

Online: 18 a 25/11, horários diversos.

Transmissão: YouTube/festivaldasmarias | Instagram e Facebook – @marias.festival

Programação completahttps://www.festivaldasmarias.com.br

PRESENCIAL São Bernardo do Campo/SP | 18 e 19/11

Câmara de Cultura Antonino Assumpção (R. Marechal Deodoro, 1.325, Centro).

18/11 (quinta)

 17h30 – Diálogos – Arte e Feminino: Entre Marias

Convidadas: Leticia Suárez Victor Natacha Martins | Mediação: Julia Andreatta

Letícia Suárez Victor é historiadora formada pela USP, com graduação em História da Arte na Université Sorbonne (FR) e mestrado em Museologia (USP) com estágio no Museu da Imigração do Estado de São Paulo e Musée National de l’Histoire de l’Immigration de Paris. Estudou museologia na Universidad Complutense de Madrid. Tem experiência em gestão, produção, pesquisa e consultoria de equipamentos culturais. É educadora no Museu do Ipiranga, gestora na OMA Galeria e coordena projetos na Paradoxa Gestão Cultural.

Natacha Martins é produtora cultural. Atuando em eventos e festivais como Reggae para Juventude. É produtora do rapper Thaíde, desde 2017, e também atua na Apenas Produções (do artista), além de ter sua própria produtora, a FuaProd. Criou o Coletivo Caus, participou da criação do Black Brasa e Mova-se, é organizadora da Batalha da Matrix, escreveu roteiros e atuou como diretora de videoclipes, entre outras atividades.

19h – Música e poesia: Água Doce

Com: Mariane Mattoso

Em Água Doce: Uma Reflexão Poética Sobre a Água como Fonte de Vida a cantora Mariane Mattoso apresenta trechos de textos de Kaká Werá, Ailton Krenac e de suas próprias reflexões, entre músicas do cancioneiro nacional que falam sobre o tema. Mariane Mattoso é cantora, compositora e arte-educadora. Formada em História e Canto Popular; estudou flauta e piano. Na ULM integrou de grupo vocal que participou de show de Francis Hime junto à Orquestra Jazz Sinfônica. Fez trilha para o curta Caminhos do Trem (premiado no Festival de Gramado) e para várias peças de teatro. Em 2011, lançou o disco autoral Sinestesia, seguido por Amores de Shakespeare (junto com Caio Merseguel). Apresentou shows em unidades do Sesc e Sesi e em casas de espetáculo.

20h  Música / show: Vanessa Moreno

Vanessa Moreno que, em 2017 e 2018, foi vencedora como Melhor Cantora do Prêmio Profissionais da Música, é natural de São Bernardo do Campo, SP. Aos 15 anos, iniciou estudos de violão e seguiu na trajetória de intérprete e compositora, sendo reconhecida como revelações da música brasileira. Possui dois discos lançados com o contrabaixista Fi Maróstica (Vem Ver e Cores Vivas – Canções de Gilberto Gil), um CD solo (Em Movimento) e, em 2019, lançou Chão de Flutuar em duo com o pianista paraibano Salomão Soares. Vanessa integrou o show Saraivada (Chico Saraiva), participou de gravações e shows com Gilberto Gil, Roberto Menescal, Rosa Passos, Fabiana Cozza, Arismar do Espírito Santo, Filó Machado, Mônica Salmaso, Maria Gadu, Criolo, Dani Black, Toninho Ferragutti, Ellen Oléria, Renato Braz e outros.

19/11 (sexta)

 17h – Diálogos Musicais: Entre Marias

Convidada: Isis Correia | Mediação: Júlia Andreatta e Amanda Rondina

Isis Correia é jornalista há 17 anos. Foi repórter no Diário do Grande ABC e Metro Jornal e assessora de imprensa e comunicação corporativa para órgãos públicos e privados. Migrou para a indústria musical, há oito anos. É cofundadora da Agência 1a1, especializada em mídia para a música com foco no universo do heavy metal (Sepultura, Krisiun, Hibria, Claustrofobia, Dead Fish, Desalmado, The Troops of Doom e outros). Em 2020, formou com outras profissionais do music business a Treinam (Turma Remota de Ensino Intensivo para Artistas Mulheres), programa de mentorias para gestão de carreira exclusivamente para musicistas. Foi apresentadora de painéis sobre mercado musical e rock (Revista Música e Mercado e Universidade Federal de Pelotas), apresenta o podcast Conteúdo Musical, é locutora (Senac) e pósgraduanda em Teoria, História e Prática do Rock (Faculdade Santa Marcelina).

18h – Diálogos Arte e Feminino: Entre Marias

Convidadas: Neusa Borges e Claudia Jordão | Mediação: Amanda Rondina

Neusa Borges é ativista cultural, formada em Direito pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, onde nasceu e reside. Durante 30 anos, trabalhou como Agente Cultural na prefeitura de São Bernardo. Após a aposentadoria no serviço público, Neusa continua se dedicando ao ativismo cultural.

Claudia Jordão é dramaturga, diretora, atriz e produtora cultural, há mais de 15 anos. Formada em Letras e pós-graduada em Processos Criativos do Teatro Contemporâneo, integrou os núcleos de Dramaturgia e Direção da Escola Livre de Teatro (Santo André). Com a Cia do Flores (São Bernardo do Campo recebeu indicações e prêmios teatrais por Flores AmarelasFlores Vermelhas e Mulheres que Me Habitam – Trilogia de Dramaturgia (que será editada pela Alpharrabio Edições).

20h  Teatro: Almarrotada

Com: Melina Marchetti

Hoje é a milésima… Arrumar-se, alimentar-se, cuidar e esperar. Hoje é a milésima vez! Viver uma vida em função do outro e procurando a si mesma. Almarrotada é uma investigação sobre a solidão “acompanhada” de tantas mulheres casadas no Brasil e no mundo. Por meio do dilema entre angústia e promessa de libertação de uma mulher diante da morte iminente de seu marido, de quem passou a vida cuidando e que está internado no hospital, Almarrotada verte histórias, desejos, comportamentos aprendidos e medos da figura da mulher, relegada pela sociedade à condição de cuidadora, e seu caminho para resgatar o protagonismo de sua vida.

Dramaturgia, direção e atuação: Melina Marchetti. Supervisão/orientação: Luiz Fernando Marques (Lubi). Provocação cênica: Bruna Betito. Figurino: Nagila Sanchês. Cenotécnico: Bira Nogueira. Iluminação: Melina Marchetti. Operação de som e luz: Denise Hyginio.

PRESENCIAL | São Paulo/SP

Centro Cultural Vita Itororó (Rua Pedroso 238, Bela Vista)

 19 a 21/11 (sexta a domingo)

Teatro: As Mulheres de Cabelos Prateados

Sexta, sábado e domingo, às 19h.

Drama. Duração: 60 min. Recomendação: 12 anos.

Com texto de Ave Terrena, que também assina a direção junto com Georgette Fadel, a peça, contada a partir de uma perspectiva feminina, traz histórias de mulheres perseguidas durante a ditadura militar no Brasil, muitas delas sem nenhum tipo de envolvimento com a luta armada e, mesmo assim, sofreram com a violência generalizada e gratuita do Estado. Com uma linguagem construída em versos, a peça coloca em cena seres alienígenas de cabelos prateados ao som de trilha sonora e discotecagem ao vivo. O enredo mostra que a repressão militar, geralmente associada à figura de homens (tanto na condição de carrascos quanto de vítimas), também foi direcionada às mulheres.O espetáculo aprofunda a humanidade dessas mulheres, sem ignorar o contexto de opressão, e traz à tona a força, resistência e potência de quem sobreviveu e conseguiu reconstruir a vida após a prisão, mas com um contorno muito particular, devido a questões de gênero. A premissa de As mulheres dos Cabelos Prateados é livremente inspirada no livro As Mulheres dos Cabelos de Metal, da brasileira Cassandra Rios (a mais censurada durante a ditadura).

Dramaturgia: Ave Terrena. Direção: Ave Terrena e Georgette Fadel. Assistência de direção: Sarah Lessa. Elenco: Camilla Flores (Márcie), Carlota Joaquina (Dilinda), Gabrielle Araújo (Nilze), Silmara Deon (Zarka) e Thais Dias (Jacira). Trilha sonora e discotecagem ao vivo: DJ Evelyn Cristina. Direção de produção: Gabrielle Araújo. Produção executiva: Monica Vasconcellos. Figurino: Helena Casal de Rey e Su Martins. Cenografia: Cesar Rezende [Basquiat]. Cenotécnia: Fernando Baiano. Iluminação: Carol Autran. Visagismo: Paulette Pink. Fotos: Letícia Godoy. Idealização: Carlota Joaquina, Gabrielle Araújo e Silmara Deon. Produção: Caboclas Produções.

 ONLINE | 18 a 25/11

Exibição: YouTube / Festival das Marias

Diálogos | Arte e Feminino: Instagram / Marias.Festival

 

18/11 (quinta)

19h30, 20h e 20h30 – Circo: Pílulas Altissonante – Casa, Tempo e Amor

Com: Luciana Menin

21h  Música/show: Francesca Ancarola e Alejandra Santa Cruz (Chile)

Em: Tiempo. Livre. Duração: 1h. Espetáculo gravado.

19/11 (sexta)

11h – Música MicroDoc: 12 Histórias

Lançamento do 11º episódio: Funmilayo Afrobeat Orquestra

12h – Circo (Ep. 1): Altissonante – Casa

Com: Luciana Menin

17h – Poesia / Saberes: O Amor e o Erotismo na Poesia de Florbela Espanca

Com: Juliana Medeiros

19h – Circo (Ep. 2): Altissonante – Casa

Com: Luciana Menin

21h – Cinema / Doc: dElas

De: Carolina CapelliClassificação: 12 anos. Colorido. 68 minutos.

20/11 (sábado)

11h – Lançamento e-book / Catálogo: Circa FestiváliaEnsaios e Reflexões Sobre Artes Circenses Escritos por Mulheres

Organização: Andréa Barbour, Bárbara Francesquine, Fernanda Vilela e Maria Carolina Vasconcelos Oliveira. Concepção/realização: A Penca e Equilibre Prod. Cultural Orgânica.

12h – Circo (Ep. 3): Altissonante – Casa

Com: Luciana Menin

17h – Saberes — Dança/hip hop: O Olhar Feminino Dentro do Hip Hop

Com: Ana Paula do Hip Hop

19h – Circo (Ep. 4): Altissonante – Casa

Com: Luciana Menin

21h – Dança/hip hop: Energia Feminina

Coreografia/performance: Carol Cof. Captação/imagem: Fernanda Barban e Beatriz Biaso.

21/11 (domingo)

12h – Circo (Ep. 1): Altissonante – Tempo

Com: Luciana Menin

18h – Circo: Inversus

Com: Cia Éos – Fernanda Arruda e Daiane Aguilera. Classificação: 10 anos. Duração 50 min

19h – Circo (Ep. 2): Altissonante – Tempo

Com: Luciana Menin

20h – Música/show: LaBaq

 

22/11 (segunda)

12h – Circo (Ep. 3): Altissonante – Tempo

Com: Luciana Menin

16h – Diálogos Cênicos: Entre Marias

Tema: Memória e Mulheridades no Teatro

Convidadas: Ave Terrena e Carlota Joaquina| Mediação: Gabrielle Araújo

17h – Arte e Feminino: Entre Marias

Tema: Mulheres Negras nas Artes: inspirações, influências, legado e luta

Convidadas: Adyel Silva, Ana Paula Guimarães e Isabela Machado. Mediação: Camila Machado.

18h – Diálogos Circenses: Entre Marias

Tema: Mulheridades Possíveis no Circo

Convidadas: Alda Souza, Bel Mucci e Céu Ferreira. Mediação: Maria Carolina Vasconcelos Oliveira.

19h – Circo (Ep. 4): Altissonante – Tempo

Com: Luciana Menin

21h – Teatro: Almarrotada

Com: Melina Marchetti

23/11 (terça)

12h – Circo (Ep. 5): Altissonante – Tempo

Com: Luciana Menin

17h – Arte e Feminino: Entre Marias

Convidadas: Natacha Martins e Leticia Suárez Victor | Mediação: Julia Andreatta

19h – Circo (Ep. 1): Altissonante – Amor

Com: Luciana Menin

21h – Música e Poesia: Água Doce

Com: Mariane Mattoso

24/11 (quarta)

12h – Circo (Ep. 2): Altissonante – Amor

Com: Luciana Menin

7h – Arte e Feminino: Entre Marias

Tema: Documentário e Métodos de Pesquisa / Abordagem e Montagem

Convidada: Carol Capelli | Mediação: Adriana Belic

18h – Arte e Feminino: Entre Marias

Convidadas: Neusa Borges e Claudia Jordão | Mediação: Amanda Rondina

19h – Circo (Ep. 3): Altissonante – Amor

Com: Luciana Menin

21h – Música/show: Vanessa Moreno

 

25/11 (quinta)

12h – Circo (Ep. 4): Altissonante – Amor

Com: Luciana Menin

17h – Saberes – Hip hop: Energia Feminina – os requisitos da performance

Coreografia/performance: Carol Cof. Captação/imagem: Fernanda Barban e Beatriz Biaso.

18h – Diálogos Musicais: Entre Marias

Convidada: Isis Correia | Mediação: Júlia Andreatta e Amanda Rondina

19h – Circo (Ep. 5): Altissonante – Amor

Com: Luciana Menin

20h – Teatro / Marionetes: Gabinete de Curiosidades

Criação: Júlia Barnabé e Rocío Walls | Direção: Carla Candiotto (Brasil)

21h – Música / show: Fafá de Belém

Participação especial: Aíla. Piano: Jonas Dantas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *