Abril Marrom alerta para a boa saúde dos olhos, prevenção de doenças e cegueira

Diversas campanhas no calendário da saúde chamam atenção para a prevenção de doenças e, neste mês, o Abril Marrom alerta sobre os cuidados preventivos voltados aos olhos. Segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde, o Brasil tem mais de 1,2 milhão de deficientes visuais, sendo que 60% a 80% dos casos de cegueira poderiam ser tratados ou evitados se diagnosticados precocemente. Já o documento As Condições da Saúde Ocular no Brasil 2019, do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, estima que o Brasil tenha mais de 1,5 milhão de pessoas cegas.

Para Fernando Naves, coordenador da Oftalmologia da Santa Casa de Mauá, a proposta da data é conscientizar sobre a importância da prevenção e combate às diversas causas de cegueira, além da reabilitação e inclusão das pessoas com deficiência visual. “Muitas doenças oculares são tratáveis desde que o diagnóstico seja feito precocemente e acompanhadas pelo médico oftalmologista a fim de retardar o desenvolvimento e até curá-las”, revela.

Como a campanha Abril Marrom coloca em evidência a importância de cuidar dos olhos, vale lembrar a importância da consulta anual com o oftalmologista, a partir da infância, além dos exames periódicos, pois caso seja detectada alguma irregularidade, o tratamento adequado deverá ser iniciado imediatamente.

Segundo os oftalmologistas da Santa Casa de Mauá Norton Yanagimori e Obidulho Naves, muitas doenças podem levar à cegueira e por essa razão é sempre importante estar atento a todos os sintomas. Os mais comuns são os erros refracionais, condições que impedem que as imagens sejam formadas de maneira nítida na retina dos olhos, diagnosticados e tratados nas consultas de rotina.

Outras doenças que estão relacionadas à cegueira são a catarata, que ocorre devido ao envelhecimento do cristalino – lente natural do olho, a partir dos 55 anos em pacientes sem comorbidades. Esse problema é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo, segundo o Ministério da Saúde, e pode ser revertido com cirurgia.

Já o glaucoma é um aumento da pressão dentro do olho, que pode causar a lesão do nervo óptico e levar a perda progressiva do campo visual. A doença também está relacionada ao envelhecimento e o tratamento inclui colírios para diminuir a pressão intraocular e evitar a perda total de visão, mas não há cura dos sintomas.

Outra doença comum que pode causar a perda da visão é a retinopatia diabética. Os níveis descontrolados de glicemia associados à visão embaçada pode ser um dos primeiros sinais e a melhor forma de preveni-la é fazer exames regulares. Além disso, segundo a Sociedade Brasileira de Diabete, pessoas diabéticas têm 40% mais chance de desenvolver glaucoma e 60% de desenvolver a catarata.

A degeneração macular está relacionada à idade (DMRI) e é uma das principais causas de cegueira no mundo, atingindo pessoas acima de 55 anos. Segundo o Ministério da Saúde, a melhor prevenção é a mudança de hábitos, como não fumar, se proteger do sol e manter uma dieta balanceada com complementação vitamínica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *