AME Santo André instala usina de oxigênio e amplia oferta de leitos no Hospital de Campanha

Administrada pela Fundação do ABC, unidade do Governo do Estado mantém leitos de UTI e de enfermaria contra a Covid-19 desde abril

Parceria entre a Fundação do ABC e o Governo do Estado de São Paulo, o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Santo André abrirá nos próximos dias mais 15 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19, sendo 12 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 3 de enfermaria. Inaugurado há cerca de um mês, em 21 de abril, o Hospital de Campanha da unidade funcionava parcialmente em função da limitação no fornecimento de oxigênio. Na semana passada, o AME Santo André terminou a instalação de uma usina própria de oxigênio, que garante o suprimento adequado do gás, permitindo a ampliação dos atendimentos.

“Com o aumento da demanda por oxigênio nos serviços públicos e privados de todo o País, não conseguimos um fornecedor que pudesse atender integralmente a demanda do AME Santo André para a instalação de todos os leitos do Hospital de Campanha. Pesquisamos soluções alternativas e a instalação de uma usina própria cumpria com todos os requisitos para que pudéssemos viabilizar as internações de pacientes com Covid-19”, explica o diretor-geral do AME Santo André, Dr. Manoel Miranda.

Dessa forma, o Hospital de Campanha da unidade já foi inaugurado contando com uma miniusina de oxigênio, que dava suporte aos 8 leitos em operação – 3 de UTI e 5 de enfermaria. A nova usina, entregue semana passada, amplia em cinco vezes a capacidade de produção anterior e atinge 26 metros cúbicos por hora de oxigênio – cerca de 624 metros cúbicos diários. Com isso, o AME Santo André passará a contar com total de 23 leitos Covid-19, sendo 15 de UTI e 8 de Enfermaria.

MISSÃO CUMPRIDA

Com o agravamento da pandemia, a Fundação do ABC aceitou o desafio de apoiar o Governo do Estado na abertura de novos leitos exclusivos para pacientes com Covid-19. Entre os diversos Hospitais de Campanha entregues pela Secretaria de Estado da Saúde neste ano, três são parcerias com a FUABC: AME Santo André, AME Sorocaba e Hospital Estadual Metropolitano Santa Cecília.

“Nossas equipes estavam habituadas com a assistência em ambiente ambulatorial. Trazer um hospital de campanha para dentro do AME e em tão pouco tempo foi um grande desafio. Mas sabemos das nossas responsabilidades e temos que apoiar o Poder Público. Estamos em uma pandemia e para avançar contamos com o empenho e superação de todos”, detalha o Dr. Manoel Miranda.

Segundo o diretor-geral, as demandas de uma unidade hospitalar são totalmente diferentes do dia a dia de um serviço ambulatorial, o que exigiu a readequação completa de processos, implantação de novos protocolos de segurança, contratação de mão de obra especializada e treinamentos específicos para os funcionários. “O AME continua atendendo as consultas e exames ambulatoriais. Montamos o Hospital de Campanha totalmente apartado, com entrada de pacientes separada e o 4º andar integralmente dedicado à internação de Covid-19, justamente para que os fluxos não se misturem dentro da unidade. Estamos muito felizes com o resultado alcançado e com a abertura desses novos leitos, que certamente reforçarão a ampla estrutura montada para o enfrentamento à pandemia no Estado”, finaliza Dr. Manoel Miranda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *