Brasileiros estão encontrando mais golpes de phishing em 2021

Avast compartilha os resultados de uma pesquisa sobre phishing e conselhos sobre como evitar ser vítima desses golpes, antes dos feriados de fim de ano.

A Avast (LSE: AVST), líder global em segurança e privacidade digital, divulga os resultados de uma pesquisa que revelam que as pessoas estão encontrando e sendo vítimas de golpes de phishing, mais do que alegaram no último ano. A Avast conduziu o levantamento, perguntando às pessoas sobre as suas experiências com golpes de phishing por dois anos consecutivos e descobriu que 55% dos brasileiros encontraram phishing em 2021, em comparação com 39% que alegaram o mesmo em 2020. Quando se trata das vítimas, 35% mais brasileiros disseram ter sido vítimas de um esquema de phishing, em comparação com os resultados do ano passado.

“Chegou a temporada de compras para o Natal e todos estarão em busca das melhores ofertas. Com estoque para entrega devido à pandemia, os consumidores estão mais ansiosos e podem cair em ofertas fraudulentas de phishing, que alegam vantagens para itens populares”, comenta Luis Corrons, pesquisador adjunto senior da Avast. “Se compararmos os resultados da pesquisa de 2020 a 2021, houve um crescimento de 41% no número de brasileiros que encontraram golpes de phishing. Esperamos aumentar a conscientização sobre esses golpes, para ajudar os consumidores durante o período de festas de fim de ano a aproveitar essa temporada com segurança”.

Phishing por e-mail continua sendo o tipo de phishing mais encontrado pelas pessoas. 

A pesquisa questionou os entrevistados sobre quais tipos de golpes de phishing eles encontraram. A porcentagem de pessoas que afirmaram ter encontrado phishing por e-mail aumentou 3% em 2021 em comparação com o último ano. A Avast observou um aumento no número de entrevistados que encontraram phishing em sites, chamadas telefônicas e SMS. O phishing físico teve um ligeiro aumento.

Mais pessoas estão sendo vítimas

A pesquisa também perguntou às pessoas se elas já haviam sido vítimas de um esquema de phishing. O número de vítimas no Brasil aumentou 35%, com mais de um terço dos entrevistados admitindo ter sido vítima. Os tipos de golpes de phishing, dos quais as pessoas mais foram vítimas, correspondem aos tipos que as pessoas mais encontraram.

 

“De acordo com uma pesquisa anterior, que conduzimos com YouGov **, as compras online se tornaram muito populares no Brasil durante a pandemia, com 41% dos brasileiros realizando mais compras online do que antes do início do lockdown. A mesma pesquisa também descobriu que 21% dos brasileiros nunca haviam feito compras online e começaram a fazer durante a pandemia. Este grupo pode estar especialmente vulnerável a golpes de phishing relacionados às compras online, já que são novos com esta experiência”, completa Luis Corrons.

O que está em jogo

A pesquisa também perguntou às vítimas de phishing, o que aconteceu como resultado de terem caído em um golpe. Este ano, 42% dos entrevistados tiveram que alterar as senhas de suas contas, 27% tiveram que cancelar o seu cartão de crédito/débito e um em cada cinco tiveram os seus dados pessoais roubados.

Ações que os consumidores podem realizar para se proteger

Luis Corrons compartilha as seguintes dicas, que os brasileiros podem seguir para se proteger ao realizarem compras online e evitar que se tornem vítimas:

  • Sempre compre em aplicativos ou sites oficiais: atualmente, é comum que os cibercriminosos usem páginas falsas com ofertas muito atraentes. Certifique-se sempre de que o local onde fará as suas compras é o oficial. Verifique se o URL começa com HTTPS e procure o ícone de cadeado próximo ao URL. A melhor coisa que os consumidores podem fazer é visitar diretamente os sites de compras confiáveis, mas sem fazê-lo por meio de links incluídos em e-mails ou anúncios pop-up.

  • Evite anúncios: não clique em pop-ups e janelas. Esses são vetores de phishing comuns e, se você encontrar um, nunca clique em qualquer lugar do anúncio, mesmo que haja um grande botão “Fechar”. Sempre use o pequeno símbolo “X” no canto. Você pode escolher entre começar a usar um bloqueador de anúncios ou um navegador seguro, como o Avast Secure Browser, evitando ser bombardeado com anúncios e, assim, navegar com privacidade e segurança.

  • Cuidado com ofertas muito atraentes: se algo é muito bom para ser verdade, provavelmente é falso. Se você receber anúncios, e-mails ou mensagens de texto com promoções exageradas, duvide das ofertas e não clique em nada, pois pode ser um golpe. Os cibercriminosos também gostam de pressionar as suas potenciais vítimas, com ofertas que expiram em breve.

  • Use métodos de pagamento confiáveis: você pode optar por cartões digitais  (se o seu banco tiver esta opção), ou por serviços como o PayPal. Se você tiver escolhas, é sempre melhor usar um cartão de crédito em vez de um cartão de débito, pois é mais fácil relatar despesas suspeitas.

  • Faça transações seguras: use uma VPN para realizar os seus pagamentos ou compras online, então, você irá criptografar a sua conexão para mantê-la oculta, privada e protegida contra os cibercriminosos.

  • Cuidado com e-mails e mensagens de texto: No período de festas de fim de ano, é comum observar lojas enviando e-mails com anúncios e promoções. No entanto, os cibercriminosos também fazem isso. É importante que o consumidor nunca clique em links e anexos, ou compartilhe informações, mesmo que o e-mail ou a mensagem de texto peça para fazer isso.

  • Use um antivírus: é extremamente importante ter um antivírus instalado em todos os seus dispositivos, incluindo smartphones. O software antivírus, como o Avast, irá detectar e bloquear os ataques de phishing antes que eles possam afetar você.

* A Pesquisa de Phishing de 2021 foi conduzida com 1.372 usuários da Avast no Brasil, de julho a setembro de 2021. A Pesquisa de Phishing de 2020 foi conduzida entre 2.888 usuários da Avast no Brasil, em julho de 2020.

** A pesquisa global foi encomendada pela Avast e conduzida pelas instituições de pesquisa YouGov e Forsa de 15 a 27 de junho de 2021 entre 16.147 usuários online em 17 países ao redor do mundo, incluindo o Brasil. A pesquisa foi realizada como uma pesquisa representativa com mais de 1.000 entrevistados no Brasil.

Sobre a Avast:

A Avast (LSE: AVST) é uma empresa FTSE 100, líder global em privacidade e segurança digital, com sede em Praga, na República Tcheca. Com mais de 435 milhões de usuários online, a Avast oferece produtos sob as marcas Avast e AVG que protegem as pessoas contra ameaças na internet e o cenário de ameaças IoT em evolução. A rede de detecção de ameaças da companhia está entre as mais avançadas do mundo, usando aprendizado de máquina e tecnologias de inteligência artificial para detectar e interromper as ameaças em tempo real. Os produtos de segurança digital da Avast para dispositivos móveis, PC ou Mac estão no topo do ranking e são certificados pela VB100, AV-Comparatives, AV-Test, SE Labs e outros. A Avast é membro da Coalition Against Stalkerware, No More Ransom e Internet Watch Foundation. Visite: www.avast.com

Mantenha contato com a Avast:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *